1. Este website usa cookies. Ao continuares a usar o website, aceitas o nosso uso de cookies. Learn More.

Cantinho da Poesia

Discussão em 'Canto da conversa' iniciada por -louletana-, 28 Dezembro 2017.

Caro jogador,

Se queres estar ativamente envolvido no Fórum e participar nas nossas discussões, ou se queres começar o teu próprio tópico ou escrever uma mensagem, tens de fazer login no jogo primeiro. Por favor, certifica-te de que te registas se não tens uma conta no jogo. Estamos à espera da tua próxima visita ao Fórum! „Joga aqui“
  1. -louletana-

    -louletana- Lenda-viva

    Venho sugerir um novo tópico. Vamos divulgar os poetas?...
    Começo com Eugénio de Andrade

    O Inverno

    [​IMG]

    Velho, velho, velho
    Chegou o Inverno.
    Vem de sobretudo,
    Vem de cachecol,
    O chão onde passa
    Parece um lençol.
    Esqueceu as luvas
    Perto do fogão:
    Quando as procurou,
    Roubara-as um cão.
    Com medo do frio
    Encosta-se a nós:
    Dai-lhe café quente
    Senão perde a voz.
    Velho, velho, velho.
    Chegou o Inverno.
    Eugénio de Andrade (1923 –2005)​
     
    Última edição: 28 Dezembro 2017
    daniela556 e feiticeira1 aprovam isto.
  2. @aaaaaaline

    @aaaaaaline Lenda-viva

    Belo tópico, -louletana- :)


    Clarice Lispector (1920-1977)
    O sonho

    Sonhe com aquilo que você quer ser,
    porque você possui apenas uma vida
    e nela só se tem uma chance
    de fazer aquilo que quer.

    Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
    Dificuldades para fazê-la forte.
    Tristeza para fazê-la humana.
    E esperança suficiente para fazê-la feliz.

    As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas.
    Elas sabem fazer o melhor das oportunidades
    que aparecem em seus caminhos.

    A felicidade aparece para aqueles que choram.
    Para aqueles que se machucam
    Para aqueles que buscam e tentam sempre.
    E para aqueles que reconhecem
    a importância das pessoas que passaram por suas vidas.

    [​IMG]
     
    feiticeira1 aprova isto.
  3. -louletana-

    -louletana- Lenda-viva

    BALADA DA NEVE

    Batem leve, levemente,
    como quem chama por mim.
    Será chuva? Será gente?
    Gente não é, certamente
    e a chuva não bate assim.

    É talvez a ventania:
    mas há pouco, há poucochinho,
    nem uma agulha bulia
    na quieta melancolia
    dos pinheiros do caminho...

    Quem bate, assim, levemente,
    com tão estranha leveza,
    que mal se ouve, mal se sente?
    Não é chuva, nem é gente,
    nem é vento com certeza.


    [​IMG]
    Fui ver. A neve caía


    Fui ver. A neve caía
    do azul cinzento do céu,
    branca e leve, branca e fria...
    Há quanto tempo a não via!
    E que saudades, Deus meu!

    Olho-a através da vidraça.
    Pôs tudo da cor do linho.
    Passa gente e, quando passa,
    os passos imprime e traça
    na brancura do caminho...


    [​IMG]
    Fico olhando esses sinais



    Fico olhando esses sinais
    da pobre gente que avança,
    e noto, por entre os mais,
    os traços miniaturais
    duns pezitos de criança...

    E descalcinhos, doridos...
    a neve deixa inda vê-los,
    primeiro, bem definidos,
    depois, em sulcos compridos,
    porque não podia erguê-los!...

    Que quem já é pecador
    sofra tormentos, enfim!
    Mas as crianças, Senhor,
    porque lhes dais tanta dor?!...
    Porque padecem assim?!...

    E uma infinita tristeza,
    uma funda turbação
    entra em mim, fica em mim presa.
    Cai neve na Natureza
    e cai no meu coração.
     
    daniela556 e feiticeira1 aprovam isto.
  4. -VanessaRosa-

    -VanessaRosa- Lenda-viva

    [​IMG]
     
    feiticeira1 aprova isto.
  5. @aaaaaaline

    @aaaaaaline Lenda-viva

    Timidez (Cecília Meireles)

    Basta-me um pequeno gesto,
    feito de longe e de leve,
    para que venhas comigo
    e eu para sempre te leve…

    - mas só esse eu não farei.

    Uma palavra caída
    das montanhas dos instantes
    desmancha todos os mares
    e une as terras mais distantes…

    - palavra que não direi.

    Para que tu me adivinhes,
    entre os ventos taciturnos,
    apago meus pensamentos,
    ponho vestidos noturnos,

    - que amargamente inventei.

    E, enquanto não me descobres,
    os mundos vão navegando
    nos ares certos do tempo,
    até não se sabe quando…

    e um dia me acabarei.

    [​IMG]
     
    daniela556 e feiticeira1 aprovam isto.
  6. -louletana-

    -louletana- Lenda-viva

    [​IMG]

    A vida

    A vida é o dia de hoje,
    A vida é ai que mal soa,
    A vida é sombra que foge,
    A vida é nuvem que voa;

    A vida é sonho tão leve
    Que se desfaz como a neve
    E como o fumo se esvai:
    A vida dura num momento,
    Mais leve que o pensamento,
    A vida leva-a o vento,
    A vida é folha que cai!

    A vida é flor na corrente,
    A vida é sopro suave,
    A vida é estrela cadente,
    Voa mais leve que a ave:

    Nuvem que o vento nos ares,
    Onda que o vento nos mares,
    Uma após outra lançou,
    A vida – pena caída
    Da asa da ave ferida
    De vale em vale impelida
    A vida o vento levou!

    JOÃO DE DEUS
     
    feiticeira1 aprova isto.
  7. @aaaaaaline

    @aaaaaaline Lenda-viva

    Via Láctea (Olavo Bilac)

    Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
    Perdeste o senso!” E eu vos direi, no entanto,
    Que, para ouvi-las, muita vez desperto
    E abro as janelas, pálido de espanto…

    E conversamos toda a noite, enquanto
    A Via Láctea, como um pálio aberto,
    Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
    Inda as procuro pelo céu deserto.

    Direis agora: “Tresloucado amigo!
    Que conversas com elas? Que sentido
    Tem o que dizem, quando estão contigo?”

    E eu vos direi: “Amai para entendê-las!
    Pois só quem ama pode ter ouvido
    Capaz de ouvir e de entender estrelas.

    [​IMG]
     
    feiticeira1 aprova isto.
  8. Mr.Crops

    Mr.Crops Duque

    [​IMG]
     
    daniela556 e feiticeira1 aprovam isto.
  9. -louletana-

    -louletana- Lenda-viva

    [​IMG]
    [​IMG]
     
    feiticeira1 aprova isto.
  10. @aaaaaaline

    @aaaaaaline Lenda-viva

    Amor é um fogo (Luís Vaz de Camões)

    Amor é um fogo que arde sem se ver,
    é ferida que dói, e não se sente;
    é um contentamento descontente,
    é dor que desatina sem doer.

    É um não querer mais que bem querer;
    é um andar solitário entre a gente;
    é nunca contentar-se de contente;
    é um cuidar que ganha em se perder.

    É querer estar preso por vontade;
    é servir a quem vence, o vencedor;
    é ter com quem nos mata, lealdade.

    Mas como causar pode seu favor
    nos corações humanos amizade,
    se tão contrário a si é o mesmo Amor?


    [​IMG]
     
    daniela556 e feiticeira1 aprovam isto.
  11. secapipas

    secapipas Lenda-viva

    [​IMG]
     
    feiticeira1 aprova isto.
  12. Mikas

    Mikas Comissário

    [​IMG]
     
    daniela556 e feiticeira1 aprovam isto.
  13. -louletana-

    -louletana- Lenda-viva

    [​IMG]
     
    daniela556 e feiticeira1 aprovam isto.
  14. soraiamachado

    soraiamachado Board Administrator Team Farmerama PT

    [​IMG]
     
    feiticeira1 aprova isto.
  15. -VanessaRosa-

    -VanessaRosa- Lenda-viva

    [​IMG]
     
    daniela556 e feiticeira1 aprovam isto.
  16. -louletana-

    -louletana- Lenda-viva

    O mar dos meus olhos

    Há mulheres que trazem o mar nos olhos
    Não pela cor
    Mas pela vastidão da alma
    E trazem a poesia nos dedos e nos sorrisos
    Ficam para além do tempo
    Como se a maré nunca as levasse

    Da praia onde foram felizes


    Há mulheres que trazem o mar nos olhos
    pela grandeza da imensidão da alma
    pelo infinito modo como abarcam as coisas e os homens...
    Há mulheres que são maré em noites de tardes...
    e calma
    Sophia de Mello Breyner Andresen
    [​IMG]
     
    feiticeira1 aprova isto.
  17. feiticeira1

    feiticeira1 Lenda-viva

  18. @aaaaaaline

    @aaaaaaline Lenda-viva

    Soneto da Fidelidade (Vinicius de Moraes)

    De tudo, ao meu amor serei atento
    Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
    Que mesmo em face do maior encanto
    Dele se encante mais meu pensamento.

    Quero vivê-lo em cada vão momento
    E em louvor hei de espalhar meu canto
    E rir meu riso e derramar meu pranto
    Ao seu pesar ou seu contentamento.

    E assim, quando mais tarde me procure
    Quem sabe a morte, angústia de quem vive
    Quem sabe a solidão, fim de quem ama
    Eu possa me dizer do amor (que tive):

    Que não seja imortal, posto que é chama
    Mas que seja infinito enquanto dure.

    [​IMG]
     
  19. -louletana-

    -louletana- Lenda-viva

    [​IMG]
     
    feiticeira1 aprova isto.
  20. @aaaaaaline

    @aaaaaaline Lenda-viva

    CARTAS DE AMOR

    Ah! As Cartas de Amor!...
    Não existem poemas mais belos,
    nem canções mais lindas do que as cartas de amor!
    E elas podem ser simples,
    podem ser descoladas,
    podem não ter mais que quatro ou cinco linhas,
    mas sempre serão lindas,
    perfeitas,
    maravilhosas,
    e sublimes,
    pelo simples fato
    de serem Cartas de Amor!

    Augusto Branco

    [​IMG]
     
    feiticeira1 aprova isto.

Share This Page